Funil de vendas: o que é e qual sua importância em uma estratégia de marketing digital

Uma das principais características de fazer compras pela internet é a facilidade de comparar preços, produtos e marcas em um só lugar. Esse processo é facilitado por sites como Buscapé, Google Shopping e muitos outros.

 

Além disso, todo usuário que faz compras pela internet percorre um caminho caracterizado pelos seguintes estágios:

 

  1. DESCOBERTA
  2. INTERESSE
  3. CONSOLIDAÇÃO
  4. INTENÇÃO
  5. AVALIAÇÃO
  6. COMPRA

 

Esse caminho é o que chamamos de funil de vendas. Sendo assim, como fazer com que o usuário avance no funil e decida realizar uma compra? Para isso, é imprescindível adotar estratégias de marketing digital e assegurar que venha se tornar um cliente.

 

O objetivo desse artigo é te explicar o que é funil de vendas e como as estratégias de marketing digital fazem com que o usuário avance no funil e realize as compras. Confira!

O que é funil de vendas?

Funil de vendas (também conhecido como pipeline) é um processo que orienta um usuário desde o instante em que ele toma conhecimento da sua marca — quando os seus produtos ou serviços podem ser uma solução para ele — até o momento em que ele toma a decisão de fechar negócio.

 

Trata-se de um conjunto de gatilhos que tem como objetivo tornar o percurso (jornada de compra) do usuário previsível e possível de ser percorrido, induzindo-o a tomar a decisão de compra. Podemos dividi-los em três macro etapas: topo, meio e fundo.

Topo do funil

Nesse estágio, o usuário ainda não enxerga o seu real problema e não sente necessidade de adquirir seus produtos e/ou contratar os seus serviços. Sendo assim, ele ainda não pode ser considerado um cliente.

 

O objetivo, nesse caso, é gerar mais tráfego e, posteriormente, fazer com que os usuários façam visitas recorrentes e tornem-se clientes.

ESTRATÉGIAS
  • MARKETING DE CONTEÚDO: o foco é fazer com o que usuário sinta a necessidade de adquirir os seus produtos. Sendo assim, produza informações explicando como e onde o uso dos seus produtos são propícios;
  • SEO: para gerar mais tráfego.

Tudo o que você precisa saber sobre marketing de conteúdo

Meio do funil

Nessa etapa, o usuário já entendeu que tem um problema e que essa demanda pode ser atendida por soluções oferecidas pela sua empresa.

 

No entanto, ele ainda possui dúvidas e é nesse momento em que busca informações para decidir se irá tomar a decisão de compras ou não.

ESTRATÉGIAS
  • BLOG: informar e educar os usuários;
  • LANDING PAGE NO BLOG: dados em troca informações periódicas para gerar leads;
  • MÍDIA – REMARKETING: para que o usuário retorne ao site e realize a compra dos produtos visualizados.

Fundo do funil

Depois de consumir todas as informações necessárias e realizar as devidas comparações, o lead entende que precisa consumir os seus produtos e/ou serviços para resolver seus problemas.

 

É nesta etapa que ele toma a decisão de compra e torna-se um cliente. No entanto, engana-se quem pensa que o trabalho termina quando o cliente chega nesta fase. Posteriormente, é preciso pensar em estratégias para fidelizar este cliente.

 

Afinal de contas, tão ou mais importante quanto conseguir novos clientes, é manter aqueles que já compõem a sua sabe.

ESTRATÉGIAS
  • CRM – E-MAIL MARKETING: ofertas segmentadas disseminação de conteúdo e pesquisa de satisfação;
  • MÍDIA – REMARKETING: para que o cliente adquira outros produtos;
  • MARKETING DE CONTEÚDO: foco na produção de informações sobre a usabilidade dos produtos ou benefícios ao usar os serviços.

E-mail marketing: tudo que você precisa saber

Quais vantagens o funil de metas oferece?

Não se trata somente de conduzir o usuário na jornada de compra até ele tornar-se um cliente. O funil de metas também reflete nas ações e nas estratégias internas da sua empresa, principalmente em relação à sua equipe.

 

Ao olhar com mais atenção para o funil de metas, é possível concluir qual time tem sido mais produtivo, além de detectar a equipe que obteve mais dificuldades.

 

Além disso, é uma forma de estimular os seus funcionários a produzirem mais, a medida que eles tomam conhecimento que todo o percurso está sendo observado.

 

Além disso, ao observar o desdobrar das ações obtidas a partir do funil de metas e também do relacionamento com o cliente, é possível concluir quais produtos têm gerado mais retorno, explorando a estratégia o máximo possível.

 

Gostou do artigo e quer virar mestre no assunto? Então acesse o nosso post sobre jornada de compra e dê um “up” na sua estratégia de marketing digital!

 

2018-07-05T01:42:06+00:00 By |Conversão|

Sobre o Autor:

Redação CoreBiz