Home Conversão Entenda a importância do Facebook Ads e do Google AdWords para a...

Entenda a importância do Facebook Ads e do Google AdWords para a sua loja

355
0

Não é segredo que antes do advento da internet a melhor maneira de propagar anúncios era via meios de comunicação tradicionais: jornais, revistas, rádio e televisão.

 

No entanto, a popularização da rede mudou profundamente a vida e o cotidiano de todos nós, inclusive os negócios e a divulgação de propagandas.

 

No universo online, o Facebook Ads e o Google AdWords destacam-se como ferramentas de propagação. Ambas as plataformas podem e devem ser utilizadas em prol da divulgação do seu negócio e, consequentemente, vender mais.

 

Cada ferramenta possui objetivos, segmentações, métricas e direcionamento distintos. O objetivo deste artigo é explicar como funciona cada plataforma e qual deve ser implantada no seu negócio de acordo com o seu objetivo. Vamos lá?

O que é Facebook Ads?

O Facebook Ads é uma referência quando o assunto é ‘’paid social‘’, ou seja, anúncios em redes sociais. É verdade que há anúncios de campanhas em outras redes sociais ­-Instagram e LinkedIn, por exemplo -, mas o maior atrativo do Facebook é o alcance.

 

Estamos falando da rede social mais popular do mundo! O Facebook possui cerca de 1 bilhão de usuários, desse total, 100 milhões são brasileiros. O Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking de usuários dessa rede social, ficando atrás somente da Índia e dos EUA.

 

Outro dado importantíssimo: 70% dos usuários estão ligados a pelo menos uma página de negócio. Ou seja, independente do seu segmento, a probabilidade do seu público estar conectado é muito alta. Então por que não conectar a sua empresa também?

Como funciona o Facebook Ads?

O Facebook Ads trabalha com anúncios multimídia: texto, fotos e vídeos. Essa estratégia torna o anúncio mais atrativo e persuasivo.

 

Por ser uma rede social na qual boa parte dos usuários insere informações pessoais – idade, sexo, localidade, status de relacionamento, profissão, etc -, a plataforma consegue direcionar as campanhas para o público alvo em potencial e alcançar resultados efetivos.

 

É importante ressaltar que a exibição dos seus anúncios é feita com base no perfil estipulado por você. Sendo assim, na maioria dos casos, o percurso do anúncio vai partir da empresa até chegar no seu público alvo.

 

Isso quer dizer que você vai atingir pessoas que ainda nem conhecem a sua marca e não sabem como ela pode ser eficaz. Para atraí-la e colocá-la no estágio de interesse, é imprescindível que o seu anúncio seja atrativo e criativo.

 

Além disso, o Facebook Ads trabalha com dois tipos de campanha: História Patrocinada e Post Promovido

História patrocinada

Nesse caso, o anúncio chega aos amigos dos usuários que curtiram a sua página. Se o anúncio gerar curiosidade ou interesse, o usuário então irá clicar e, depois de avaliar o conteúdo, decidir se irá curtir a página – criando vínculo entre usuário e empresa -, se migrará para o site externo ou se simplesmente irá descartar e sair.

Post promovido

Nessa categoria, o que chega ao usuário não é somente o anúncio, mas um post impulsionado. Sendo assim, ele aparece no topo da newsfeed daqueles usuários que já curtiram sua página, obtendo mais visualizações daqueles que já têm um interesse pré-determinado pela sua marca.

Custo

O Facebook Ads trabalha com base no número de cliques ou de visualizações. No segundo caso, o pagamento é realizado quando o anúncio alcança mil exibições, o que também é chamado de CPM (custo por mil).

O que é Google AdWords?

O Google AdWords é referência consolidada no quesito ‘’pesquisa’’. Outros buscadores oferecem o serviço de busca paga, mas, assim como no caso do Facebook, o maior atrativo do Google é o alcance e a popularidade.

 

Praticamente qualquer usuário de qualquer lugar do mundo utiliza o Google para realizar uma pesquisa. Além disso, o Google também trabalha com serviço de inteligência artificial, otimizando os resultados para os usuários.

Como funciona o Google AdWords?

Os anúncios do Google consistem em texto. Sendo assim, é preciso descobrir quais são as palavras mais utilizadas quando os usuários realizam uma pesquisa relacionada ao seu tema.

 

Depois de descobrir quais são as palavras-chave, é hora de criar conteúdo e inseri-las. Mas o que difere seu anúncio do anúncio dos seus concorrentes? Como o Google define o que é mais e menos importante? Valor e qualidade!

 

É claro que o valor que você paga pelo pacote é importante, contudo, não pense que a relevância está resumida a isso. É preciso preocupar-se também com o conteúdo que a sua campanha está disseminando.

 

É indispensável criar um conteúdo inovador, relevante e de muita qualidade! Isso soma mais número de cliques, que é mais um fator considerado pelo Google para posicionar o seu anúncio.

Custo

A inscrição no Google Adwords é gratuita. Você paga somente quando alguém clica no seu anúncio, ou seja, quando a sua publicidade realmente funciona.

 

Além disso, eles não trabalham com contratos, de forma que você pode iniciar ou terminar uma parceria com o Google quando quiser, sem cobrança adicional no momento do encerramento.

Facebook Ads ou Google AdWords?

Até aqui você já sabe o que é, como funciona e qual é o custo das duas plataformas. Mas qual é a opção mais adequada para você?

 

O Facebook Ads é uma boa alternativa para quem deseja proporcionar mais popularidade e visibilidade à marca, não levando o usuário ao processo de compra imediata. Com essa plataforma é possível criar vínculo entre a loja e o usuário, de forma que, no futuro, ele venha a ser um cliente recorrente.

 

Já o Google AdWords trata-se uma plataforma voltada diretamente para compras e, consequentemente, aumenta a taxa de conversão. Nesse caso, geralmente, o usuário já sabe o que deseja e procura direto pelo produto ou marca. Por isso é importante detectar as palavras-chave.

 

Você já sabe que a duas plataformas não são rivais. Os objetivos aqui apresentados – visibilidade e vendas – não se opõem, muito pelo contrário, a verdade é que uma coisa leva a outra. Afinal, se a popularidade da sua marca aumenta, provavelmente o número de vendas irá subir. E se você possui uma boa taxa de conversão, o ideal é que você tente se aproximar do usuário para que ele avance no funil e torne-se um cliente potencial.

 

Sendo assim, não seria ideal trabalhar com as duas plataformas? A resposta é sim! Mas é obvio que isso depende dos recursos financeiros, planejamento e referências.

 

Se a princípio o seu orçamento não permitir, converse com um especialista e, em seguida, escolha uma opção. Depois de tomar a escolha, observe o que os dados apontam e então descubra o que de fato é eficiente para o seu negócio.