Home Aquisição de Tráfego Conteúdo para SEO: três práticas que você não pode deixar de...

Conteúdo para SEO: três práticas que você não pode deixar de lado

444
0

Escrever um texto já otimizado com as técnicas de SEO é algo que, até hoje, nem todo mundo procurou saber como fazer.

 

E ao contrário do que muitos dizem, seja você um mero internauta, seja você um produtor de conteúdo, é extremamente importante saber de algumas técnicas para o conseguir sair na frente dos que publicam conteúdos com o mesmo teor de informação que os seus.

 

Buscadores como Google e Bing são hoje algumas das principais ferramentas de busca da internet e claro, a porta de entrada de todos que procuram por informações, serviços, pessoas e produtos.

 

Por isso, é importante sempre estar bem rankeado nesses buscadores; afinal, a consequência principal será uma maior exposição orgânica (gratuita) dentre todos os outros.

 

Você sabe o que é importante constar nas otimizações dos seus textos?

 

Saber o que faz ou não diferença na hora de otimizar o seu texto para os buscadores é extremamente importante para qualquer produtor de conteúdo.

 

E para ajudar você, aí do outro lado da tela, separamos quatro práticas que ajudam — e muito! — na hora de criar um bom conteúdo para a web.

1. Escaneabilidade do conteúdo

 

Escaneabilidade do conteúdo e experiência da leitura são alguns dos principais fatores que fazem o leitor continuar ou não acompanhando o seu texto — principalmente quando tratamos do ambiente digital.

 

Escrever um conteúdo escaneável influência tanto nas estratégias de SEO, quanto na melhora da experiência do usuário — já que, consequentemente, um texto escaneável tornará o processo de leitura mais agradável.

 

Para isso, é importante levar em consideração alguns detalhes como: tamanho do texto, tamanho dos parágrafos, uso do negrito e itálico e a divisão dos intertítulos.

 

Procure saber a profundidade do assunto no qual você irá abordar, deste modo ficará muito mais fácil saber o tamanho do conteúdo. Tome cuidado quanto aos parágrafos e procure deixá-los entre 4 e 5 linhas.

 

O uso de marcadores e das funções negrito e itálico também ajuda na preservação da atenção do leitor. Aposte nelas para dar destaque às palavras-chave e aos trechos importantes.

 

Dividir o texto em intertítulos também é extremamente importante para a escaneabilidade do conteúdo. Para que o texto fique ainda mais fácil de ser lido, é legal que ele seja dividido de acordo com cada um dos assuntos que serão abordados durante o texto.

 

2. Saiba usar as palavras-chave

As palavras-chave são a porta de entrada do seu conteúdo para o resto da internet. Por isso, encaixá-las corretamente nos seus textos pode fazer toda a diferença na hora do mesmo ser ou não encontrado e escolhido dentre os diversos outros.

 

Elas são termos compostos por uma ou mais palavras e claro, a principal forma do usuário realizar suas buscas. Por isso, é importante saber que para cada uma das etapas do funil de conversão, haverá um público diferente.

 

No começo da jornada de compra o cliente está à procura de informações básicas sobre o produto, por isso sua busca tende a ser mais geral.

 

Quem já está no meio do funil geralmente já sabe o que precisa, porém faz buscas para escolher qual a melhor opção.

 

E, por fim, quem já está no fundo do funil, quase certo do que vai comprar e só está à procura da melhor oportunidade de negócio.

 

Por cada uma dessas etapas tratar de um público específico, é preciso que a forma de abordagem do conteúdo e da escolha das palavras-chave seja pensando exatamente neles.

 

É indispensável que o seu conteúdo esteja otimizado e pronto para impactar futuros clientes.

 

3. Dedique-se ao visual

Apesar do conteúdo textual ser extremamente importante, mostrar para os buscadores que o seu conteúdo não é igual aos outros, incluindo vídeos e fotos, faz com que o seu texto se destaque dentre os demais.

 

O Google, por exemplo, possui crawlers que sabem quando você está apenas replicando conteúdo a fim de indexar o seu site com determinadas palavras- chave.

 

Por isso, procure deixar os seus textos sempre originais!