Home Aquisição de Tráfego Como criar uma estratégia de links patrocinados

Como criar uma estratégia de links patrocinados

348
0

O Google Adwords é uma ferramenta de anúncios completa, complexa e cheia de possibilidades, mas existem formatos que podem performar melhor, de acordo com seus objetivos.

 

O primeiro passo é entender qual resultado você espera dessa campanha. Vendas? Interações de usuários? Visitas para o seu e-commerce? Clientes cadastrados em sua base de e-mails?

 

Ao elaborar uma estratégia de links patrocinados, é preciso analisar e definir alguns pontos estratégicos, para então estruturar as campanhas, rodar os anúncios e acompanhar seus resultados.

 

Objetivos

A primeira coisa a ser definida ao montar uma estratégia de links patrocinados é o objetivo da campanha. Esta é uma etapa fundamental, pois define as principais métricas e estrutura da campanha.

 

Temos diversos objetivos de campanha, sendo os mais comuns o aumento de vendas, de tráfego no site ou captação de leads (cadastro de potenciais clientes).

 

Como o número de formatos de anúncios dentro da plataforma do Google Adwords é grande, existem aqueles que performam melhor que outros para certos objetivos. Por exemplo:

 

Se o seu objetivo é gerar tráfego para sua loja e conseguir cadastros para uma lista de e-mails (leads), o formato de Shopping trará muito menos resultados, pois seu objetivo agora não é efetivamente gerar vendas e sim aumentar sua base de potenciais clientes.

 

Esse é um exemplo simples, mas existem outros que podem dar direcionamentos de qual o melhor formato para sua campanha. Explore cada um deles para então definir a estratégia.

 

Métricas

mensuração-300x225 Como criar uma estratégia de links patrocinados

 

Já definimos o objetivo de nossa campanha: nesse exemplo, falaremos de uma campanha que gere visitas para o site e leads para a base.

 

Como já temos um objetivo claro, precisamos pensar em quais métricas acompanhar para entender o desempenho dos anúncios.

 

Você precisa enxergar essas métricas como o seu funil de conversão ou seu funil de vendas. A melhor forma de entender esses números é construir esse funil com clareza, por exemplo:

 

No exemplo que estamos utilizando, podemos dizer que o funil de conversão tem as seguintes etapas: Pessoas impactadas pelo anúncios >>> Cliques no anúncio >>> Visitas ao site >>> Leads.

 

Para mensurar esses resultados, precisaremos de duas ferramentas: Google Adwords, para realizar os anúncios, e o Google Analytics, para as métricas de visitas e a taxa de conversão.

 

É preciso observar os 4 indicadores de performance citados acima para, no final, saber o custo de cada lead, entendendo as conversões e calculando o custo com anúncio x leads gerados.

 

Poderíamos chegar em um custo por aquisição seguindo os seguintes indicadores: Cada visitante que clicar em meu anúncio e visitar o meu site tem um CPC (Custo por clique) de R$0,30, e verificamos que a cada 5 visitas em meu site apenas um cliente se cadastra em minha base.

 

Isso quer dizer que o seu custo por aquisição é de R$1,50 por lead, logo, se a sua meta com essa campanha é criar uma base com 1.000 leads você terá um investimento de R$ 1.500,00.

 

O principal benefício de campanhas digitais é justamente o controle de todos os dados que envolvem as ações. Defina as metas, os indicadores e controle o resultado de suas campanhas, observando seu funil de vendas ou funil de conversão.

 

No caso de uma campanha com foco em vendas, as principais métricas acompanhadas são Cliques, Custo por cliente, Quantidade de Pedidos, Receita, Taxa de conversão e ROI (Return On Investment ou Retorno do investimento).

 

Orçamento e locais

Esta etapa parece simples e óbvia, mas é essencial para distribuir os esforços das campanhas para os tipos de campanha e locais corretos, que influenciam diretamente o resultado final dos anúncios.

 

Aqui basicamente devemos definir quanto iremos investir, os locais onde os anúncios serão exibidos, e entender a importância de cada um. Podemos ter campanhas com o mesmo orçamento para mais de um local, ou, se necessário, utilizar um orçamento específico para algumas regiões.

 

Tipos de campanha

mensuração-300x225 Como criar uma estratégia de links patrocinados

 

Existem alguns tipos de campanha que podemos trabalhar, e cada tipo de campanha pode atender de diferentes formas os objetivos de campanha.

 

No caso do Google AdWords, por exemplo, temos os seguintes tipos de campanha:

 

  • Rede de Pesquisa: A rede de pesquisa é o ambiente mais conhecido do Google. Onde o usuário faz uma pesquisa no Google e visualiza seus resultados de acordo com sua busca.
  • Rede de Display: A rede de display é um conjunto de sites da internet, onde há um espaço reservado para anúncios Google (AdSense), normalmente anúncios com imagens.
  • Google Shopping: É o ambiente voltado para e-commerces onde o usuário consegue ter uma visão de produtos, junto da possibilidade de comparar preços e condições. Ele funciona como uma vitrine de produtos.
  • Vídeo: As campanhas de vídeo são aquelas que podemos visualizar no Youtube, voltadas para ações de awareness.
  • Campanha universal para Apps: Nesse tipo de campanha podemos trabalhar com engajamento ou download de um app através de anúncios que levam o usuário diretamente para a página do aplicativo, ou sua página no Google Play ou App Store.

 

De forma geral, podemos dividir os tipos de campanha em dois objetivos que normalmente vemos em campanhas:

 

  1. Performance (Ex.: Vendas, Captação de leads): Rede de Pesquisa, Google Shopping e Campanha universal para Apps.
  2. Awareness (Ex.: Reconhecimento de marca, Engajamento, Lançamento de produtos): Rede de Display e Vídeo Mensuração de resultados.

 

Nas plataformas e ferramentas de links patrocinados, conseguimos acompanhar grande parte das métricas e informações dos anúncios quase que em tempo real, e é muito importante acompanhar os dados e saber o que está acontecendo com os anúncios, pois provavelmente ajustes e alterações serão feitos no meio do caminho com base nesses dados.

 

É fundamental acompanhar o desempenho de cada campanha para tomar decisões sobre ajustes e alterações, e analisar o desempenho de forma geral, juntamente com as métricas e objetivos definidos.